Policia Civil de Morrinhos recaptura foragido de alta periculosidade
julho 15, 2017

Foto meramente ilustrativa

Policiais Civis da Delegacia de Morrinhos, coordenados pelo Delegado Fabiano Henrique Jacomelis, prenderam em flagrante delito Katia Lopes da Silva, de 34 anos de idade, por crime de tentativa de aborto, descrito no Art. 124, c/c o Art. 14, inciso II, ambos do Código Penal (detenção de até três anos).

Apurou-se que, em data de 15/07/2017, por volta da 01h00min, Kãtia foi atendida no Hospital Municipal de Morrinhos, com reclamação de fortes dores abdominais.

Durante o socorro médico, foi constatado que a suspeita estava com 32 semanas de gestação, sofrendo um aborto provocado por aplicação de medicamentos abortivos, sendo que foram encontrados dois comprimidos na cavidade vaginal dela.

Através do pronto atendimento da equipe médica, mesmo em face da grave situação, foi possível realizar o parto, nascendo uma bebê, a qual foi encaminhada ao Hospital Materno Infantil de Goiânia/GO, diante do risco de morte. Indagada sobre os fatos, ela alegou que achou que estava no começo da gestação, motivo pela qual comprou dois comprimidos abortivos em uma farmácia do Setor Campinas, em Goiânia/GO, pagando o valor de R$ 200,00 (reais).

A suspeita também afirmou que, após comprar os citados medicamentos, se dirigiu ao município de Morrinhos e aplicou os comprimidos.

Diante dos fatos , Kátia Lopes foi autuada em flagrante e, após o pagamento de fiança, foi colocada em liberdade para responder pelo delito.

Cumpre ressaltar que, além do procedimento iniciado em Morrinhos, a Polícia Civil em Goiânia realizará investigações no intuito de identificar os responsáveis por vender o medicamento proibido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: