“Quanto maior for a liberdade de imprensa, maior é o combate à corrupção”, diz ministro do STF
fevereiro 6, 2019
Lula critica Moro e Guedes por pacote “para combater o crime” e Previdência.
fevereiro 6, 2019

Policiais Civis de Piracanjuba efetuaram na manhã quarta-feira (06) o cumprimento do mandado de prisão preventiva, expedido pelo Juízo de Piracanjuba, em desfavor de João Batista Gomes (62 anos de idade), pela prática dos crimes de lesão corporal e ameaça contra sua ex companheira.

Segundo as investigações, João Batista conviveu maritalmente com sua ex companheira durante quase 12 anos, e após o término do relacionamento passou a ameaçar, insultar e agredi-la.

Após a conclusão do inquérito policial e diante das provas produzidas, a Polícia Civil representou pela sua prisão, tendo em vista o iminente perigo que ele representava para a vítima.

De acordo com o Delegado Leylton Barros, esta é a segunda vez que a Polícia Civil de Piracanjuba prende João Batista por ameaçar e agredir a ex companheira.

A primeira prisão ocorreu em outubro/2018, em decorrência de um mandado expedido pela Justiça do Distrito Federal, onde o casal residiu durante algum tempo.

O investigado encontra-se recolhido no presídio de Piracanjuba à disposição da Justiça, e a partir deste momento responderá processo criminal pelos crimes de lesão corporal e ameaça.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: