Cesta básica de Goiás custa 59% do salário mínimo e está entre as mais caras do Brasil