Satélites mostram filas de até 16 km para fugir da Rússia para Geórgia e Mongólia